terça-feira, 5 de agosto de 2008

Apresentando sua idéia

Aproveitando o post sobre o livro “A Arte do Começo”, de Guy Kawasaki, e baseado em toda a explicação que é dada por ele no livro, venho com este post sobre dicas de como apresentar sua idéia a potenciais parceiros e clientes.

Explique-se no primeiro minuto
Lembre que você é somente mais uma das diversas apresentações que a platéia está assistindo, portanto seja breve e comece apresentando claramente sua proposta.

Conheça sua platéia
Estude seus ouvintes. Procure saber sobre a empresa que você está visitando. Entenda qual o foco da empresa. Entenda porque eles decidiram gastar 15 minutos de seus preciosos e caríssimos tempos para te escutar. Procure saber as iniciativas atuais da empresa em questão.

Regra do 10/20/30
Você deve falar em 10 slides, durante apenas 20 minutos e com letras de tamanho 30 nos slides. Não adianta colocar um turbilhão de informações nos slides. Apresente com gráficos, figuras, diagramas. Assim, eles prestarão atenção na sua apresentação.

Prepare-se
Estude a apresentação. Treine, treine, treine. Chegue cedo no local da apresentação. Prepare o ambiente. Leve backups, 2 notebooks, 1 CD, 1 Pendrive. Exagere... se der algo errado, a culpa é sua e não do projetor, computador, rede de internet, etc. Resumindo: prepare-se.

Deixe um só falar
Esse negócio de várias pessoas apresentando não dá certo. Vá lá, apresente sozinho. Pegue as informações técnicas, de negócios, de infra-estrutura, etc. Você está vendendo a idéia e deve entendê-la de cabo à rabo. Dividir apresentação demonstra insegurança.

Por enquanto é isso... Só um gostinho para vocês lerem o livro que é extremamente interessante. Arrisquem-se. Leiam. Eu recomendo.

3 comentários:

Jefferson disse...

Ótimo post André.

Estas dicas são essenciais para uma apresentação, seja ela de negocios ou mesmo para um trabalho na faculdade.
Em relação ao "Prepare-se", com certeza devemos levar em conta a lei de murphy, mas 2 notebooks???...hehehe

Abraços

André Carvalho disse...

É... dois notebooks pode parecer exagero. Foi uma sugestão do Guy Kawasaki.

Mas imagine que se sua apresentação falhar, você poderá perder milhões de dólares!!! Vale a pena prevenir, não é mesmo?

Daniel Heise disse...

O exercício para cumprir a regra do 10/20/30 é muito bom. No começo não é fácil, mas ajuda uma barbaridade.